Você já recebeu mensagens de cobranças em nome de outra pessoa?

Atualmente tem sido muito comum o recebimento de cobranças de dívidas em nome de terceiros.

Geralmente, tais cobranças são enviadas por meio de mensagens SMS, ou de ligações de operadoras de call center, de forma insistente e incisiva, coagindo quem não deve nada.

Todos os meios de comunicação são potenciais instrumentos utilizados para a realização de cobranças. Sendo as formas mais comuns, as ligações, mensagens, e-mail e até correspondências por correio.

O que ocorre, na maioria dos casos, é que as empresas não tomam a devida cautela de verificar previamente se a pessoa a quem será realizada a cobrança é de fato o devedor, já que é muito comum a realização de negócios pelo meio virtual com falsários e estelionatários, que se utilizam de dados e documentos falsos para fazer negócios.

Nesse caso, ao receber a cobrança indevida, o cidadão que nada tem haver com a situação, acaba sofrendo prejuízos e danos.

Segue abaixo uma amostra dos tipos mais comuns de mensagens de cobranças enviadas:

Geralmente, esse tipo de cobrança ocorre em muitas situações onde a pessoa cobrada não corresponde a aquela que se almeja o pagamento, causando um enorme desconforto.

É sabido, ainda, por diversas experiências, que mesmo a vítima desconhecendo tais dívidas e informando a empresa desse fato, os fornecedores não cessam as cobranças e o cidadão que nada deve continua sendo importunado incansavelmente.

 Nesses casos, ao contrário do que se imagina, esse tipo de método de cobrança se constitui em ato lesivo, fazendo com que a pessoa cobrada indevidamente se torne a parte lesada com direito à busca de verdadeira indenização por dano moral, o que será certamente fixado, por meio de uma ação judicial a ser proposta quando a cobrança de débitos de terceiro se faz recorrente e abusiva.

A busca do Poder Judiciário para coibir tais abusos e buscar a reparação dos danos sofridos, é legítima e tem como principal objetivo evitar a repetição dessa prática abusiva e ilícita, para reprimir o ofensor e amenizar a sofrimento que a vítima da cobrança indevida que acaba sofrendo uma perseguição sem limites, mediante severos e insistentes atos de cobrança por um débito que não é sequer do seu conhecimento.

Em todos os casos, faz-se necessário a ajuda de um advogado de sua confiança para avaliar a possibilidade do ajuizamento de uma ação judicial para fazer cessar a prática ilícita que empresas e instituições financeiras de modo geral, vêm causando às pessoas com esse tipo de cobrança, bem como para buscar a reparação pelos danos sofridos.

Compartilhe:
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on print
Print

Receba informações e Notícias do nosso escritório

Preencha os dados ao lado, para receber gratuitamente no seu email. Não enviaremos spam!